18 de janeiro de 2011

Redes Sociais na escola: por que não?

Se você é educador, certamente, fica em dúvida quando perguntado se devemos ou não adotar o uso de redes sociais na escola. Ou ainda, se essas ferramentas - Orkut, FaceBook, Twitter, entre outras - têm ou não potencial educativo. Se elas são apenas um modismo, ou se são a nova forma de comunicação, interação entre as pessoas. Se elas expõem ou não a privacidade das pessoas, se são seguras para os jovens...

Enfim, há um novo desafio colocado aos educadores: entender o conceito de redes sociais e aprender a lidar com elas na escola.

Para ajudar nessa reflexão, convido vocês a acompanharem o debate
Redes Sociais na Educação que acontece hoje na Campus Party. Essa mesa é o nosso destaque da programação de hoje.

Dia 18/01 - Terça-feira

  • 17h15 - 18h45 : Debate: Redes Sociais na Educação
  • Participantes
  • Priscila Gonsales – Jornalista com mestrado pela Pontifícia Universidade de Salamanca, na Espanha, é responsável pela coordenação do Programa EducaRede Brasil.
  • Sam Shiraishi – Jornalista em mídia social, com foco na coordenação de trabalhos em redes sociais para várias empresas.
  • Reinaldo Pamponet – Presidente do Instituto Eletrocooperativa, organização que trabalha com inclusão digital por meio da conexão entre música e tecnologia.
  • Fernando 'Tucano' Russel – Professor da Universidade Católica de Santos, também é colaborador do site Jovem Nerd e escreve contos para a web.
  • Moderador
Luiz Algarra – É consultor organizacional em processos de aprendizagem informal, construção coletiva de inovação e ativação de redes sociais. Além disso realiza palestras, encontros e conversações sobre esses temas.

Para esquentar o assunto, deixo aqui uma apresentação que fiz sobre essa temática em dezembro passado, durante um encontro com educadores do projeto Aulas Fundação Telefônica.


****************************************************